Autoridades temem onda terrorista à medida que se aproxima decisão sobre a reeleição presidencial na Colômbia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Attention niels epting.svg
Como parte da política de proteção do Wikinotícias, esta notícia está protegida.

13 de outubro de 2005

Depois de um atentado contra um senador partidário do Presidente da Colômbia Álvaro Uribe Vélez e da descoberta de morteiros caseiros próximos da residência presidencial, as autoridades colombianas temem agora uma escalada terrorista no país, provavelmente destinada a desprestigiar a chamada política de segurança democrática. A situaçao começa a ficar tensa quando se aproxima o momento em que a Corte Constitucional (Superior Tribunal de Justiça colombiano) deve emitir seu parecer sobre a validade do Ato Legislativo 002 de 2004, que reforma a Constituição para permitir a reeleição presidencial.

O parecer da corte estava previsto para a quinta-feira ou a sexta-feira, segundo informaram os principais meios de comunicação colombianos.

Independente do resultado, ele causará polêmica, como vem a acontecer nas últimas semanas, entre apoiadores e opositores do atual presidente.

Se a reeleição presidencial for declarada constitucional, Uribe poderá apresentar-se como candidato às eleições de maio de 2006. Pelos resultados de diversas sondagens de opinião a reeleição de Uribe seria, no atual momento, praticamente certa.

Fontes