Autoridades espanholas prendem Yuriy Kolobov, ex-ministro das Finanças de Ucrânia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O então ministro Kolobov (foto) sob a Presidência de Viktor Yanukovych.
Imagem: "Справедливість. Анна Безулик".

5 de março de 2015

Yuriy Kolobov, o ex-ministro das Finanças da Ucrânia, foi preso na Espanha sob a acusação de fraude e peculato. Kolobov era procurado, junto com o ex-presidente Viktor Yanukovych, acusado de fraude que custou à Ucrânia, bilhões de dólares em ativos. A Guarda Civil espanhola prendeu na quarta-feira, em um apartamento em Altea, na província de Alicante.

Um breve comunicado do Ministério do Interior ucraniano disse: "Nós confirmamos a informação de que [o Sr. Kolobov] foi detido.". Nenhum comentário foi feito pelo Ministério do Interior da Espanha. Um juiz na Alta Corte de Espanha vai questionar Kolobov, antes de lidar com o processo de extradição. Kolobov, 41 anos, é o primeiro membro do governo de Yanukovich a ser preso sob acusação de fraude. O atual governo ucraniano continua os esforços para recuperar bens perdidos. O primeiro-ministro interino, Arseniy Yatsenyuk, disse ao Parlamento que Yanukovich deixou a Ucrânia com 75 bilhões dólares de dívida.

Interpol emitiu mandados de Yanukovich, Kolobov e o ex-primeiro-ministro Mykola Azarov. É dúvida se Yanukovich, que agora está na Rússia, seja extraditado de volta para a Ucrânia. Kolobov ocupou anteriormente o cargo de vice-presidente do Banco Central da Ucrânia, antes de ser escolhido como ministro das Finanças em 2012.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati