Autoridades alemãs querem proibir divulgação de festas no Facebook

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

6 de julho de 2011

Autoridades e secretários da Alemanha vêm pedindo para que se aumente o monitoramento de festas particulares organizadas por meio da rede social Facebook. A iniciativa acontece após uma série de incidentes envolvendo centenas de penetras em eventos divulgados pelo site.[1]

Se a ordem pública e a segurança estão sendo colocadas em risco, então as festas divulgadas pelo Facebook devem ser banidas, disse o secretário do Interior do estado da Baixa Saxônia, Uwe Schünemann, em entrevista à edição dominical do jornal Die Welt.[2]

Durante o mês de junho, várias festas organizadas através das redes sociais foram dispersadas pela polícia. Numa delas, em Wuppertal, aonde tinham acorrido 800 pessoas, a polícia deteve 41 participantes. Dezesseis outros ficaram feridos.[3]

Também neste mês uma menina identificada como Thessa criou um evento para celebrar seu 16º aniversário com seus amigos em sua casa, em Hamburgo. Após alguns dias ela percebeu que não havia configurado a privacidade do evento quando observou que 15,000 pessoas aviam confirmado ir para a festa. Ela tentou cancelar o evento, mas não adiantou, uma vez que no dia de seu aniversário 1500 pessoas compareceram em frente a sua casa para comemorar. Após sobrelotar o local e provocar distúrbios, mais de uma centena de policiais tiveram de ser destacados para controlar a multidão. Um policial ficou ferido e onze participantes foram detidos por agressão, danos materiais e resistência às autoridades.[4][5]


Referências

  1. Alemanha quer proibir festas convocadas através do Facebook, ionline
  2. Autoridades alemãs querem proibir divulgação de festas no Facebook
  3. German Politicians Consider Banning Facebook Parties
  4. Alemanha pretende acabar com eventos via Facebook, MTV
  5. Autoridades alemãs advertem sobre festas convocadas pelo Facebook

Fontes