Austrália: Facebook bloqueia divulgação e visualização de notícias

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de fevereiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Facebook bloqueou a visualização e o compartilhamento de todo o conteúdo dos meios de comunicação australianos, numa disputa com o governo, que quer que as gigantes digitais paguem aos meios nacionais pela divulgação de notícias. A ação foi tomada pela empresa enquanto ocorrem negociações entre o Facebook e o Google com as empresas de mídia do país.

O diretor regional do Facebook, Will Easton, escreveu num comunicado que a lei proposta “fundamentalmente interpreta mal a relação entre nossa plataforma e meios de comunicação que a usam para compartilhar conteúdo de notícias”. Easton também anunciou que a proposta deixou o Facebook “diante de uma escolha dura: tentar cumprir uma lei que ignora a realidade desse relacionamento ou parar de permitir conteúdo de notícias em nossos serviços na Austrália. Com o coração pesado, estamos escolhendo o último. ”

Os sites de diversos órgãos públicos e serviços de emergência também foram bloqueados no Facebook, incluindo páginas que incluem informações atualizadas sobre surtos de covid-19, incêndios florestais e outros desastres naturais.

O secretário do Tesouro da Austrália Josh Frydenberg tweetou hoje que ele e o presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, tiveram "uma discussão construtiva" na qual Zuckerberg "levantou algumas questões restantes".

As empresas de mídia australianas têm visto sua receita de publicidade ser cada vez mais drenada nos últimos anos por grandes empresas de tecnologia, como o Google e o Facebook.

O Google também ameaçou bloquear todo conteúdo de notícias se a lei for aprovada, mesmo alertando em agosto passado que as informações pessoais dos australianos poderiam estar “em risco” se os gigantes digitais tivessem que pagar por este tipo de conteúdo, mas a empresa já assinou uma série de acordos separados com gigantes da mídia australiana, como o News Corp, de propriedade de Rupert Murdoch, Nine Entertainment e Seven West Media.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit