Atualizado a lista de passageiros do voo Germanwings 9525

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A rota do voo Germanwings 9525.
Gráfico da altitude de voo da aeronave durante o acidente.
O avião acidentado de 2015.
Passageiros por nacionalidade
Nacionalidade
Alemanha 72
Espanha 52
Argentina 3
Estados Unidos 3
Áustria 2
Reino Unido 2
Irã(o) 2
Colômbia 2
Venezuela 2
Bélgica 1
Japão 2
Marrocos 2
México 2
Dinamarca 1
Holanda (Países Baixos) 1
Israel 1
Total (definido) 150

25 de março de 2015

França — A Airbus A320 do O voo 9525, que levantou voo em Barcelona (Espanha), com destino para Dusseldorf (Alemanha), da empresa Germanwings (umas das subsidiárias do Grupo Lufthansa), que caiu ontem de manhã entre as cidades francesas de Digne e Barcelonnette, após avião desaparecer dos radares franceses nos nos Alpes Franceses, na região do Haute Provence, quando transportava 150 pessoas e 6 tripulantes (incluindo os dois pilotos), teve os nomes dos passageiros, pilotos e tripulantes divulgados.

Na lista de passageiros anterior, divulgada ontem, as seguintes nacionalidades eram: Alemanha (67), Espanha (49), Países Baixos ou Holanda (1), Austrália (2), Marrocos (2), Colômbia (2), Dinamarca (1), Bélgica (1), Israel (1), Turquia (1), porém, a lista era provisória, pois havia suspeita de que havia estrangeiros de dupla cidadania, como haviam sido divulgados na noite de ontem.

A lista de passageiros divulgada hoje, agora já atualizada, embora haviam estrangeiros além de dupla cidadania na lista anterior, a lista atual traz somente os nascidos antes pleitear uma ou mais cidadanias: Alemanha (72), Espanha (52), Argentina (3), Estados Unidos (3), Austrália (2), Reino Unido (2), Irã ou Irão (2), Colômbia (2), Venezuela (2), Japão (2), Marrocos (2), México (2), Bélgica (1), Dinamarca (1), Países Baixos ou Holanda (1) e Israel (1). Mais uma vez, para alívio da França, não haviam entre as vítimas, os passageiros franceses, apesar do desastre ocorrer no solo francês.

Histórico[editar]

Germanwings é de propriedade da Lufthansa. CEO da Lufthansa Carsten Spohr disse: "Nós ainda não sabemos o que aconteceu com 4U vôo 9525. A minha mais profunda simpatia vai para as famílias e amigos dos nossos passageiros e tripulantes a 4U 9525. Se os nossos medos são confirmados, este é um dia negro para Lufthansa. Temos esperança de encontrar sobreviventes."

O avião, registrado como D-AIPX, tinha sido em serviço há quase 25 anos. Ele voou pela primeira vez em 29 de Novembro de 1990, e foi verificado pela última vez no início deste mês.

Referências[editar]

Na Wikipédia há um artigo sobre Voo Germanwings 9525.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati