Ataque terrorista no Afeganistão deixa 24 mortes e 42 feridos

Agência VOA

Grupo diz que procurou atingir autocarros com interrogadores dos serviços secretos

24 de julho de 2017

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Pelo menos 24 civis morreram e outros 42 ficaram feridos num atentado suicida nesta segunda-feira, 24, em Cabul, capital do Afeganistão.

O veículo explodiu numa rua próxima a uma área residencial onde vivem funcionários afegãos no oeste da cidade.

Os Talibans já reivindicaram o atentado.

O porta-voz do Ministério do Interior, Najib Danish, anunciou, na sua página oficial no Facebook, que todas as vítimas eram civis.

O atentado afectou sobretudo lojas e estabelecimentos situados em ambos os lados da rua.

O porta-voz do Taliban, Zabihullah Mujahid, em comunicado, afirmou que o objectivo era atingir dois autocarros com "interrogadores" dos serviços de inteligência afegãos.

"Os dois autocarros estavam há dois meses sob vigilância e foram atacados depois que tomaram todos os passageiros", disse Mujahid, acrescentando que os veículos iam para a sede dos serviços de inteligência na capital afegã.

A agência de inteligência Directório Nacional de Segurança rejeitou a versão dos talibãs, ao afirmar que esse departamento "não utiliza autocarros para transportar os seus funcionários".

Fontes