Argentina volta a ter o título de futebol em Pequim

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ángel Di María foi o autor do gol.

23 de agosto de 2008

Pequim, China


A seleção argentina de futebol ganhou a medalha de ouro derrotando Nigéria por 1 a 0, no Estádio Nacional de Pequim O gol foi marcado por Ángel Di Maria a 12 minutos do segundo tempo. Esto permitió a los albicelestes defender el título obtenido en Atenas 2004 . Isso permitiu que os albicelestes defender o título obtido em Atenas em 2004.

Ambas as equipes jogaram o jogo com cautela, a um nível mais baixo quando comparado com os anteriores encontros. Tanto Argentina e Nigéria foram dedicados a consideração, que produziu algumas situações de gol.

Primeiro tempo

Estádio Ninho do Pássaro, onde foi jogado a final

As primeiras tentativas de ataque foram dos argentinos, Sergio "Kun" Agüero e Lionel Messi. No entanto, a azul e branco custo-lhe elaborar boa defesa jogadas pela grande defesa nigeriana. Quando os sul-americanos chegaram à área rival, que parecia sempre um defensor que frustou a tentativa. Os africanos tiveram chances muito claras, que foram contidos pela defesa e o goleiro Sergio Romero. Um dos melhores jogadores da Nigéria, naquela etapa, foi Peter Odemwingie, autor da situação mais clara.

Segundo tempo

Depois de um pares de oportunidades desperdiçadas, a seleção argentina aproveitou de um erro de fundo nigeriano. Messi lhe deu um passe para Di María, que estava sozinho. Foi quando o jogador do time português Benfica acima definiu acima do zagueiro Vanzekin Vanzekin e abriu o goleiro. Com o gol já feito, os argentinos foram dedicados a cuidar as partes para manter o resultado em seu favor.

Por outro lado, a Nigéria se armou de valor para conseguir o empate. No entanto, a falta de futebol impediu-os de se fazer o 1 a 1. Nos últimos momentos do encontro, os africanos tiveram algumas oportunidades que a defesa argentina se encarregou de controlar.

Declarações dos campeões

  • Messi afirmou que "é uma alegria tremenda por tudo o que foi dito." O jogador do Barcelona se alegrou por ter conseguido participar e porque "se amou um lindo grupo".
  • Diego Armando Maradona também expressou sua felicidade: "Nós levamos o ouro merecidamente." Além disso, acrescentou: "(a partida contra o Brasil) era quando estávamos mais medo, mas o resolvemos de uma maneira muito fácil. A equipe brilhou com o Brasil e já veria que podia jogar como hoje."
  • Enquanto isso, o "Kun" Agüero disse: "Estou muito feliz com esta medalha, com este grupo e este torneio se desfruta muito porque é único na vida. Foi um torneiro bárbaro e nós ganhamos bem. Não sei se este grupo nós voltamos a ver, mas seria uma lástima porque somos todos amigos e nós levamos muito bem."
  • "Desde o futebol nos dá uma alegria enorme para colocar a Argentina o mais alto - declarou, por sua parte, Javier Mascherano -. Não tenho palavras para explicar isto." Ganhar uma medalha para seu país é algo muito lindo."
  • "Ia chutar forte, mas quando o zarqueiro (Ambruse Vanzekin) me impediu o espaço, não tinha onde tirar. E bom... graças a Deus a piqué (globo) e entrou", manifestou Di María, o autor do gol.

Características

  • O encontro se desenvolveu baixa 32°C de temperatura e 26% de umidade durante o meio-dia chinês.
  • Argentina foi apresentado com: Sergio Romero; Ezequiel Garay, Luciano Monzón, Pablo Zabaleta, Nicolás Pareja, Fernando Gago, Juan Román Riquelme, Ángel Di María (Banega, 88 min.), Javier Mascherano, Lionel Messi (substituído por Lavezzi aos 91 min.) e Sergio Agüero (substituído por Sosa aos 78 minutos).
  • Nigéria jogou com: Amruse Vanzekin, Chibuzor Okonkwo, Onyekachi Apam, Dele Adeleye, Olubayo Adefemi, Sani Kaita, Promise Isaac (substituído pelo Ekpo aos 69 minutos), Ajilore, Obinna, Okorow (substituído por Anichebbe aos 63 minutos) e Odewige.



Fontes