Arbitragem atrapalha, mas Portugal derrota o Irã

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de junho de 2006

Em jogo prejudicado pela má atuação da arbitragem, a Seleção Portuguesa de Futebol venceu o Irã por 2 a 0 e se classificou para as oitavas-de-final, em jogo válido pela segunda rodada do Grupo B da Copa do Mundo de 2006. A partida ocorreu em Frankfurt às 15:00 locais (UTC-2). Além de classificar os lusitanos, o resultado eliminou o Irã, que já havia perdido para o México na rodada anterior por 3 a 1. Portugal havia vencido Angola pelo placar mínimo e acumula 6 pontos, na primeira posição do grupo. O Irã não tem nenhum ponto e está em último.

O jogo

Mais uma vez o Irã demonstrou porque é uma das melhores seleções asiáticas. Repetindo a boa atuação contra o México, os pérsios entraram com vontade e apostando na grande resistência física, fator que gera muitas faltas. O árbitro francês Eric Poulat parecia que ignorava este fato e fez a pior arbitragem do Mundial até agora, invertendo cartões e faltas. Portugal estava ciente que enfrentava uma equipe mais forte que Angola, mas a primeira etapa acaba com boas chances de Portugal e eventuais cabeçadas ou chutes de longa distância dos iranianos.

Luís Felipe Scolari mexe em Portugal, permitindo que eles cheguem mais forte junto ao Irã, visto que o árbitro parece ignorar as faltas. Portugal também vêm mais decidido a buscar o gol, e aos 30 minutos, Figo desce da lateral para a frente da área e passa a bola para o luso-braslieiro Deco que chuta forte e de primeira, sem chances para o goleiro iraniano. 10 minutos depois Figo sofre penâlti no bico esquerdo da área. Cristiano Ronaldo bate forte no canto, ampliando. Foi uma redenção para Ronaldo que havia perdido várias chances ao "firular". No finzinho o Irã tem chances em bolas aéreas após falhas da defesa, mas não consegue descontar. Pauleta ainda perde outro gol nos acréscimos.

Exatamente 40 anos depois da histórica Copa de 1966 (onde Portugal foi terceiro), os lusitanos avançam às oitavas-de-final. Agora enfrentam o México visando o primeiro lugar, para tentar escapar da Argentina nas oitavas. Se conseguir vencer, o Irã tem mais um motivo para se preocupar já que Angola virá com tudo contra eles, buscando uma vitória e a segunda vaga.

Ver também


Desporto
Este artigo descreve um evento desportivo acompanhado ao vivo pelo colaborador. Eventos desportivos acompanhados pelos colaboradores não precisam de fontes especificadas.