Apple Inc. confirma a aquisição do Shazam

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Música
Mais sobre música

13 de dezembro de 2017

Na segunda-feira, a empresa de tecnologia sediada nos Estados Unidos, Apple Inc., confirmou a aquisição do aplicativo de identificação de canções, Shazam, sediado no Reino Unido. Segundo relatos, o negócio vale US$ 400 milhões.

Captura de tela do Shazam depois de identificar a canção "Un Poco Loco" da Pixar Coco

"Estamos emocionados de que o Shazam e sua talentosa equipe se juntem à Apple, [...] não podemos imaginar uma casa melhor para o Shazam para nos permitir continuar inovando e oferecendo magia para nossos usuários". O porta-voz do Shazam, Giovanni Bossio, disse. Shazam tem mais de cem milhões de usuários.

Fundado em Londres em 1999 por Avery Wang, Chris Barton, Dhiraj Mukharjee e Philip Inghelbrecht, o Shazam cria uma "impressão digital do áudio", reconhece músicas e fornece outras informações, incluindo o nome do artista, o álbum, a letra, o ano de lançamento e a gravadora. Ele também fornece links para serviços de transmissão de música, incluindo Apple Music, Google Play Music e Spotify. Shazam gera receita de anúncios e comissões de serviços de transmissão.

O Shazam está integrado com a Siri, a assistente de voz da Apple. O porta-voz da Apple, Tom Neumayr, disse: "A Apple Music e o Shazam são um ajuste natural, compartilhando uma paixão pela descoberta da música e oferecendo excelentes experiências musicais aos nossos usuários. Temos planos emocionantes na loja, e estamos ansiosos para combinar com Shazam após a aprovação de hoje." A Apple Music tem cerca de 27 milhões de assinantes, enquanto a sua concorrente Spotify tem cerca de 60 milhões.

A empresa com sede na Califórnia, Apple Inc., adquiriu a Beats Electronics do Dr. Dre há três anos por US$ 3 bilhões.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati