Após a explosão, Líbano aumenta número de casos de COVID-19

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

16 de agosto de 2020

No Líbano, o número total de casos de COVID-19 chegou a 8.045, dos quais 2.551 se recuperaram. Segundo a Universidade Johns Hopkins, um total de 94 pessoas morreram.

Depois da explosão em Beirute, o número de casos está crescendo no país. Anteriormente, representantes da OMS afirmaram que após as explosões no país, existe o risco de acelerar a disseminação do coronavírus.

Como a ONU alertou, a emergência de Beirute enfraqueceu muitas medidas para prevenir a propagação do coronavírus, aumentando o risco de aumento das taxas de transmissão nas próximas semanas. Um relatório diz que pelo menos 15 instalações médicas em Beirute, incluindo três grandes hospitais, foram parcial ou seriamente danificadas pela explosão.

O Líbano está em uma crise econômica profunda desde outubro de 2019. E em 4 de agosto, uma poderosa explosão ocorreu em um armazém no porto de Beirute. Ela destruiu e danificou dezenas de casas, mais de 300 mil pessoas ficaram desabrigadas. Sabe-se que cerca de 11 armênios morreram.

Segundo o Ministério do Interior libanês, a causa da tragédia foi a ignição de 2.750 toneladas de nitrato de amônio, confiscadas pela alfândega em 2014.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com