Aluno processa professor que insinuava que cristãos são estupradores

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

4 de abril de 2008

Nos EUA, o adolescente Chad Farnan, 16 anos, entrou com um processo contra o seu professor, James Corbett, sob a alegação de que Cobbert supostamente contava a seus alunos de que "cristãos estão mais propensos a cometerem estupros e assassinatos", e que "óculos de Jesus Cristo obstruem a verdade".

Farnan, gravou durante a aula seu professor dizendo: "Que região do país tem a mais alta taxa de estupro? O Sul! Que parte do país têm mais igrejas? O Sul!"

De acordo com o adolescente, seu professor violou a Primeira Emenda que proíbe o desrespeito a uma religião ou o livre exercício dela.

O juiz James Selna acolheu o caso e disse que há justificativa para levá-lo adiante. Seu veredicto está previsto para vir antes do final do ano.

O advogado do professor Corbet disse que o seu cliente ensina há 15 anos, não é anti-cristão, e que não pretendia ofender os estudantes, mas apenas estimulá-los a pensar.

O estudante mantém um blog onde fala sobre o caso.


Fontes