Alberto Fujimori é condenado no Peru por violação dos Direitos Humanos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

7 de abril de 2009

Alberto Fujimori, ex-presidente do Peru, foi condenado hoje (7) por violação dos direitos humanos no país, numa decisão inédita na América Latina, a 25 anos de prisão[1]. É a primeira vez que um presidente que foi eleito democraticamente é condenado por esse tipo de crime pela justiça de seu próprio país. O juri é formado por três juízes.

A condenação ocorreu por Fujimori ter mandado as Forças Armadas matarem 25 pessoas acusadas de pertencer à guerrilha do Sendero Luminoso durante seu governo, entre 1990 e 2000. Fujimori conseguiu debelar a guerrilha e melhorar a economia durante seu governo, mas teve que renunciar e fugir para o Japão depois de graves acusações de corrupção. A previsão é de que ele possa pegar 30 anos de cadeia.


Referências

Fontes