Alan García e Evo Morales trocam insultos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

2 de julho de 2008

O presidente do Peru, Alan García, mandou o seu colega boliviano Evo Morales "calar a boca" e não se meter nos assuntos internos peruanos. A dureza das palavras ocorre logo depois de Morales afirmar que Washington "está levando suas bases militares ao Peru" e convocou os peruanos a "expulsá-los" de seu território, após parabenizar a decisão do Equador de não permitir a continuidade destas instalações no país.


Seria preciso dizer como (o rei) Juan Carlos da Espanha. Por que não se cala? Meta-se em seu país e não se meta no meu (...), tenha cuidado com as conseqüências do que está fazendo
'


O Departamento de Estado norte-americano afirmou não ter planos de construir uma base militar no Peru. O governo peruano havia chamado para consultas seu embaixador na Bolívia, Fernando Rojas, na última segunda-feira, diante do mal-estar provocado pelas declarações de Morales sobre a suposta instalação de bases militares dos Estados Unidos em território peruano.


Cquote1.png

Qualquer presidente que manda outra pessoa se calar é um presidente avesso à democracia, um presidente que não aceita o diálogo, que não ouve as pessoas

Cquote2.svg
Evo Morales






Fontes