Al Gore gasta mais energia num mês do que um americano médio num ano

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Al Gore.

28 de fevereiro de 2007

A energia elétrica consumida pela mansão do político americano Al Gore num mês é maior do que a energia elétrica gasta por um americano médio durante um ano.

A informação foi divulgada por um think tank americano, que baseou sua conclusão nas últimas contas de luz da mansão de Al Gore, localizada nas redondezas de Belle Meade, no Tennessee.

Segundo a companhia fornecedora de energia Nashville Electric Service, a residência de Al Gore gastou em 2006 cerca de 221.000 Kwh, aproximadamente 20 vezes a média nacional. De acordo com o Departamento de Energia, o consumo médio de eletricidade nos EUA é de 10.656 Kwh/ano por residência. Só em agosto de 2006, a mansão de Al Gore consumiu 22.619 kwh no mês.

Al Gore aparece no documentário An Inconvenient Truth (Uma Verdade Inconveniente), dirigido por Davis Guggenheim. A obra foi a grande vencedora do Óscar 2007 na categoria Documentário de longa-metragem. Na película Al Gore fala sobre o aquecimento global e sugere aos americanos economizar energia.

Segundo a Fox News, a porta-voz de Al Gore, Kalee Kreider, não questionou os valores da conta de luz, porém declarou que "os números precisam de um pouco de contexto". Segundo ela contou à reportagem da FOX por telefone: "Não se pode apenas olhar para as contas, ou para as contas de um ano e compreender a vida toda de um homem".

Kreider teria dito ainda, segundo a FOX, que o estilo de vida de Al Gore é consistente com a mensagem passada por ele, e que a família dele e suas organizações usam diversas quantidades de energia, e que a prioridade deles é determinar a quantidade de energia obtida a partir da emissão de compostos de carbono, e fazer o melhor possível para reduzi-la.

Fontes