Aiatolá iraniano diz que países muçulmanos devem fornecer armas para o Hizbollah

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

1 de agosto de 2006

Uma importante autoridade religiosa do Irã, o Aiatolá Ahmad Jannati declarou que todos os países muçulmanos devem fornecer "principalmente armas, remédios e comida para o Hizbollah e o Líbano". As declarações rompem uma tradição que é a de autoridades iranianas negarem publicamente oferecimento de ajuda militar e financeira para a milícia libanesa, apesar de dar o apoio moral.

Segundo a Al Jazira, o clérigo ainda disse: "Eu exijo que os muçulmanos dêem ao Hizbollah ajuda financeira e política, assim como publicidade, como se isto fosse um dever religioso".

Os ministros das relações exteriores do Irã, Manouchehr Mottaki, e da França, Philippe Douste-Blazy, se encontraram em Beirute para conversar e pediram um cessar fogo no conflito entre Israel e o Hizbollah.

O ministro francês Philippe Douste-Blazy disse que o Irã é um "grande país respeitado" e que tem um papel importante como "agente estabilizador da região".

Fontes

Atualizado em 10 de setembro de 2006 . Para maiores informações veja o histórico.