Ahmadinejad diz que aquele que não curvar-se espontaneamente perante o poderio iraniano, fará isso à força

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

22 de agosto de 2006

O Presidente do Irão Mahmoud Ahmadinejad fez um discurso levado ao ar pelo canal de televisão iraniano IRINN na terça-feira passada (15) onde disse que aqueles que desejam ter boas relações com o Irão "devem render-se perante a força iraniana", e quem não aceitar isso "será obrigado à força".

Mahmoud Ahmadinejad disse: "Se você quiser ter boas relações com o povo iraniano no futuro, você deve reconhecer o direito e a força do povo iraniano, e deve curvar-se e render-se perante o poderio iraniano. Se não aceitar isto, o povo iraniano o forçará a curvar e render-se".

Em seu discurso, Ahmadinejad também alegou que o Oriente Médio é "cativo da América, da Inglaterra e do regime sionista [Israel]", e acrescentou: "Quando eles falam sobre um 'Novo Oriente Médio', eles não querem dizer desenvolvimento, independência ou liberdade para os países. Eles são contrários à independência, liberdade e progresso. Vejam o Iraque, a Palestina, o Líbano e outros lugares."

Segundo Ahmadinejad os povos dessas regiões estão acordados e o que eles querem é um Oriente Médio livre que não está sob controle da América e da Inglaterra.

O presidente iraniano disse que todos aqueles que evitaram o cessar-fogo para o conflito entre Israel e o Hizbollah "são cúmplices do regime sionista e devem ser postos em julgamento".

Ele declarou ainda que os EUA e a Inglaterra não merecem fazer parte do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Fontes