Afeganistão: Comandante da Nato promete investigação a ataque aéreo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

5 de setembro de 2009

O comandante das forças estadunidenses e da NATO no Afeganistão inspeccionou o local na província de Kunduz de um recente ataque aéreo que entidades locais dizem ter causado a morte de muitos civis.

O general Stanley McChrystal visitou Sábado a área no norte do Afeganistão onde na Sexta-feira um jacto estadunidense destruiu dois caminhões tanque de combustível que haviam sido desviados pelos Taliban.

A explosão causou a morte de cerca de 90 pessoas. Desconhece-se qual o numero de civis. A NATO iniciou uma investigação ao incidente.

Em declarações à televisão afegã o general McChrystal prometeu tornar público os resultados da investigação.

Comandantes militares alemães deram ordens para o ataque em Kunduz por recearem que os caminhões tanque com combustíveis pudessem ser usados como uma arma num ataque suicida.

Entidades oficiais disseram que o ataque causou a morte de 56 militantes Taliban e de um grande número de civis, incluindo crianças que haviam sido chamados pelos Taliban para ajudar a descarregar os combustíveis dos caminhões.

Fontes

Public domain Esta notícia é uma transcrição parcial ou total da Agência Voice Of America (VOA).
Este texto tem licença de
Domínio Público.
Veja toda a licença e os termos de uso (copyright) na página da agência


Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati