Afeganistão: Comandante da Nato promete investigação a ataque aéreo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

5 de setembro de 2009

O comandante das forças estadunidenses e da NATO no Afeganistão inspeccionou o local na província de Kunduz de um recente ataque aéreo que entidades locais dizem ter causado a morte de muitos civis.

O general Stanley McChrystal visitou Sábado a área no norte do Afeganistão onde na Sexta-feira um jacto estadunidense destruiu dois caminhões tanque de combustível que haviam sido desviados pelos Taliban.

A explosão causou a morte de cerca de 90 pessoas. Desconhece-se qual o numero de civis. A NATO iniciou uma investigação ao incidente.

Em declarações à televisão afegã o general McChrystal prometeu tornar público os resultados da investigação.

Comandantes militares alemães deram ordens para o ataque em Kunduz por recearem que os caminhões tanque com combustíveis pudessem ser usados como uma arma num ataque suicida.

Entidades oficiais disseram que o ataque causou a morte de 56 militantes Taliban e de um grande número de civis, incluindo crianças que haviam sido chamados pelos Taliban para ajudar a descarregar os combustíveis dos caminhões.

Fontes

Public domain Esta notícia é uma transcrição parcial ou total da Agência Voice Of America (VOA).
Este texto tem licença de
Domínio Público.
Veja toda a licença e os termos de uso (copyright) na página da agência


Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati