Aeronaves dos EUA entram no Mar da China Meridional

28 de julho de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Um porta-aviões movido a energia nuclear dos EUA retornou ao Mar da China Meridional no dia 28.

"O esquadrão de porta-aviões USS Ronald Reagan retornou recentemente de seu porto de escala para Cingapura e está operando no Mar da China Meridional", disse Haley Simms, comandante da 7ª Frota da Marinha dos EUA, em comunicado.

“O Ronald Reagan Carrier Group continua as operações normais e programadas como parte de suas patrulhas de rotina em apoio ao Indo-Pacífico livre e aberto”, acrescentou.

O retorno da frota de porta-aviões Ronald Reagan ao Mar da China Meridional ocorreu em meio ao aumento das tensões entre os dois países devido à recente pressão pela visita da presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, a Taiwan.

O comandante Sims, no entanto, não se pronunciou sobre a situação do conflito.

O Ministério das Relações Exteriores da China criticou o retorno da Marinha dos EUA ao Mar da China Meridional, apontando que os EUA estão mais uma vez mostrando seu poder no Mar da China Meridional.

A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, disse em um briefing regular no dia 28: "Isso deixará claro quem é a maior ameaça à paz e à estabilidade no Mar do Sul da China e na Ásia".

A visita de Pelosi a Taiwan está em andamento em agosto, mas Pelosi não anunciou um cronograma específico para sua visita a Taiwan.

Fontes