Abraham Weintraub deixa Ministério da Educação

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de junho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Hoje (18), Abraham Weintraub anunciou sua saída do Ministério da Educação. Ele assumiu o cargo em 8 de abril do ano passado. Sua saída já era especulada pela imprensa, após diversas polêmicas.

Ele é investigado por fazer declarações contra os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF): “Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia. Começando no STF”.

O vídeo da reunião ministerial em que Weintraub faz essas críticas foi divulgado em 22 de maio, pelo ministro Celso de Mello. Ele faz parte da investigação sobre possível interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal.

Além disso, Weintraub já foi acusado de ataques racistas à China, a uma jornalista, edições na Wikipédia e ter cometido erros ortográficos.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com