Abin grampeou telefones do presidente do STF, diz a revista Veja

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Attention niels epting.svg
Como parte da política de proteção do Wikinotícias, esta notícia está protegida.

30 de agosto de 2008

Brasília


Reportagem da revista Veja publicada hoje informa que agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) teriam gravado ilegalmente conversa telefônica do ministro Gilmar Ferreira Mendes, presidente do Supremo Tribunal Federal, com o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), no dia 15 de julho.

Segundo a reportagem, documentos contendo a transcrição do diálogo foram entregues por um agente da Abin, que pediu para não ser identificado, para jornalistas da revista. A Abin teria também interceptado telefonemas de outras altas autoridades, como os ministros José Múcio Monteiro, das Relações Institucionais, Dilma Rousseff, da Casa Civil, e do presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN).

O documento com o teor da conversa interceptada, entregue para a Veja, foi encaminhado ao ministro Gilmar Mendes e ao senador Demóstenes Torres. Ambos confirmaram o diálogo reproduzido nos documentos e a data em que ela aconteceu.

A Agência Brasileira de Inteligência divulgou nota afirmando que abrirá sindicância interna para apurar possível envolvimento de servidores na espionagem ilegal.


Fontes