A comandante da Frente 47 das FARC se entrega

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Attention niels epting.svg
Como parte da política de proteção do Wikinotícias, esta notícia está protegida.

19 de maio de 2008

A comandante da Frente 47 das FARC Nelly Avila Moreno, mais conhecida como "Karina", desertou e se entregou para as autoridades colombianas. Karina era considerada uma das mais atuantes integrantes da organização armada marxista.

Segundo as agências de notícias, "Karina" teria resolvido desertar motivada por pressões da família. A guerrilheira está envolvida no assassinato do pai do Presidente Álvaro Uribe, ocorrido em 1983.

O Ministro do Interior, Carlos Holgin disse que o autoridades do DAS se encarregaram de receber "Karina" e que ela pode entregar outros integrantes do seu ex-grupo guerrilheiro.

A entrega de "Karina" ocorre a poucos dias de um pronunciamento público do presidente colombiano em que pediu para ela se entregar, em troca de proteção.

A unidade chefiada por "Karina", a Frente 47 das FARC, chegou a ter 350 integrantes. Suas atividades envolviam sequestro, extorsão e narcotráfico preferencialmente na região norte da Colômbia. No departamento de Caldas, segundo seu ex-secretário, a frente teria tido uma área plantada de 3.500 hectares de coca.


Fontes