ACNUR adverte sobre o risco de desaparecimento de alguns povos indígenas na Colômbia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Colombia in its region.svg

2 de maio de 2005

O Alto Comisionado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) alertou hoje sobre o risco de desaparecimento que sofrem alguns povos indígenas da Colômbia, como resultado do deslocamento forçado.

Os confrontos entre o Exército colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias de Colômbia (FARC) obrigam milhares de pessoas a se mudar. Calcula-se que ao redor de 2 milhões de pessoas tiveram já que fugir de seus povoados, entre elas, mais de 150 mil indígenas (cerca de 15% da população indígena do país).

A isto se une as mortes ou desaparecimentos, segundo denúncia da Organização Nacional de Indígenas da Colômbia, de mais de 20 líderes indígenas nestes primeiros 4 meses de 2005. Rum Redmond, porta-voz de ACNUR em Genebra, declarou que “se teme que se esta situação continuar, alguns povos menores e mais vulneráveis possam desaparecer”.

Fontes