Ação das autoridades tem impacto na saúde mental de milhões, diz OMS

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

29 de agosto de 2020

A pandemia de COVID-19 prejudicou a psique de milhões de pessoas em todo o planeta. O anúncio foi feito pelo diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, em uma reunião em Genebra, na Suíça, na quinta-feira, 27 de agosto de 2020. A gravação do evento foi postada no canal da organização no YouTube.

Gebreyesus disse: “COVID-19 tem impactado a saúde mental de milhões em termos de ansiedade e medo”.

De acordo com o chefe da OMS, esta situação é causada por medidas restritivas introduzidas por governos de muitos países e a associada falta de interação entre as pessoas. As pessoas não têm comunicação e disponibilidade de atendimento médico de qualidade.

Gebreyesus observou que cerca de um bilhão de pessoas sofrem de transtornos mentais, mas atendimento médico de qualidade está disponível para uma minoria da população.

Segundo a Universidade Johns Hopkins, na manhã da sexta-feira, 28 de agosto, 24.361.904 pessoas haviam sido infectadas com COVID-19 no mundo, 830.205 morreram. O líder em número de casos são os EUA, com 5.866.214. Em segundo lugar está o Brasil, com 3.761.391 casos. Em terceiro lugar está o México — 579.914 infecções.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com