13 migrantes morrem em naufrágio perto de Porto Rico

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

13 de maio de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Um barco improvisado sobrecarregado com imigrantes virou na quinta-feira a caminho de Porto Rico, disseram autoridades, deixando pelo menos 13 mortos e dezenas de outros resgatados.

Atualmente, não se sabe quantas pessoas estavam a bordo do barco quando ele virou, disse Ricardo Castrodad, porta-voz da Guarda Costeira dos Estados Unidos. Ele disse que uma “operação de resgate em larga escala” ainda está em andamento.

“Tentamos resgatar o maior número de pessoas possível e encontrar o maior número possível de sobreviventes”, disse ele.

Pelo menos oito haitianos foram levados para um hospital. No momento, as nacionalidades de todos os passageiros são desconhecidas.

Um helicóptero do Escritório de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos (CBP para suas iniciais em inglês) avistou o naufrágio na quinta-feira por volta do meio-dia.

“Se não fosse por isso, não teríamos descoberto isso até que alguém encontrasse alguma indicação ou recebesse relatos de que seus entes queridos estavam desaparecidos”, disse Castrodad. "Eles os encontraram cedo o suficiente para nos permitir coordenar uma resposta."

A embarcação foi detectada a mais de 18 quilômetros (11 milhas) ao norte da Ilha Desecheo, que é desabitada e fica na costa oeste de Porto Rico.

É o mais recente de uma série de naufrágios na região, em um momento em que migrantes do Haiti e da República Dominicana fogem da violência e da pobreza em seus países.

No sábado, a Guarda Costeira dos Estados Unidos e a Marinha Dominicana resgataram 68 pessoas na Passagem de Mona, uma área traiçoeira entre Porto Rico e a República Dominicana. Uma mulher que se acredita ser do Haiti morreu, disse Castrodad.

“Essas viagens são perigosas”, destacou Castrodad. “Eles não são seguros, estão excessivamente sobrecarregados… e não têm salva-vidas. Realmente não é preciso muito para qualquer um desses barcos virar.”

Fontes[editar | editar código-fonte]