11 de setembro de 2001: a data que os Estados Unidos não esquecem

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

11 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Bandeira dos Estados Unidos
Outras notícias sobre os Estados Unidos
Localização dos Estados Unidos
Localização dos Estados Unidos

O condado de Arlington, no Estado americano da Virgínia, onde está o Pentágono, o Ministério da Defesa, acolhe nesta sexta-feira, 11, a cerimónia que relembra os ataques terroristas contra os Estados Unidos a 11 de setembro de 2001.

A cerimónia, que é virtual, será transmitida no site do condado a partir das 9.30h, com uma guarda de honra, seguida da deposição de uma coroa de flores no edifício da administração do município.

Um pouco por todo o país, assinala-se de várias formas o dia em que quatro aviões sequestrados e pilotados por membros da rede terrorista Al-Qaida atiraram-se contra o World Trade Center, conhecido por torres gémeas, em Nova Iorque, e o edifício do Pentágono, na Virgínia, enquanto um deles caía numa zona rural da Pensilvânia.

Em tempo de campanha para a eleição presidencial de 3 de novembro, o Presidente Donald Trump e o candidato democrata Joe Biden, marcam a o 19o. aniversário dos ataques em cerimónias separadas no campo da Pensilvânia onde um dos aviões sequestrados caiu.

O primeiro a apresentar-se será o Presidente Trump que discursará numa cerimónia no Memorial Nacional do Voo 93 em Shanksville, na Pensilvânia, disse uma autoridade da Casa Branca.

Mais tarde, os Biden visitarão o campo de Shanksville para prestar suas homenagens às vítimas. Antes, Biden e a esposa, Jill, comparecerão a uma cerimónia no Memorial e Museu de Nova Iorque, juntamente com o vice-presidente Mike Pence e esposa.

Ao todo, quase 3 mil pessoas morreram nos ataques de 11 de setembro de 2001. Em resposta, os Estados Unidos desencadearam uma guerra global contra Al-Qaida e suas redes aliadas, tendo morto o seu líder, Osama bin Laden, a 2 de maio de 2011.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com