“Escândalo do Apartamento” no Senado do Brasil derruba o Diretor de Recursos Humanos do Senado, João Carlos Zoghbi

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de março de 2009

Brasília, DF, Brasil

O Diretor de Recursos Humanos do Senado, João Carlos Zoghbi, pediu na sexta-feira, dia 13, ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), por meio de carta, para deixar a função. Segundo a assessoria do Senado, o pedido foi aceito. Ele anunciou na quinta-feira (12) a devolução à Casa de um imóvel funcional no qual moravam apenas seus filhos. Como é servidor efetivo, ele continuará trabalhando na Casa.

Ele é o segundo diretor do Senado a cair após uma onda de denúncias contra a Casa. Na semana passada, dia 3, o então diretor-geral do Senado, Agaciel Maia, deixou a função após ser revelado que ele teria ocultado de sua declaração de renda uma mansão de R$ 5 milhões em Brasília. Com o afastamento de Agaciel Maia, João Carlos foi apontado como sucessor até a denúncia.

Em nota divulgada ontem, Zoghbi diz que não é dono de um imóvel no Distrito Federal, mas diz que não estava mais morando no apartamento funcional e sim em uma casa no Lago Sul, registrada no nome de um de seus filhos. O diretor afirma que a família constrói neste terreno do Lago Sul uma casa, ainda inacabada, na qual já estaria residindo.


Mais recentemente, estando o imóvel parcialmente em condições de habitabilidade, a família passou a usá-lo precariamente, sem o desligamento total do imóvel funcional. Devido a problemas familiares ocorridos, por um período, a ocupação do imóvel funcional se restringiu a parte da família.
João Carlos Zoghbi, ex-diretor de Recursos Humanos do Senado


Zoghbi afirmou que já era sua intenção devolver o imóvel, que, neste momento, estaria em reforma. Ele negou qualquer irregularidade em ser destinatário de um apartamento funcional, apesar de admitir que prestou auxílio financeiro para que o filho, então estudante e adolescente, comprasse em 1992, o imóvel no Lago Sul.

Ver Também

  • [[]]

Fontes