Índia, segundo maior produtor de trigo do mundo, proíbe as exportações

15 de maio de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A Índia, segundo maior produtor de trigo do mundo, anunciou no dia 13 que proibiria as exportações de trigo devido a preocupações com a segurança alimentar doméstica.

Como resultado, há uma preocupação crescente de que isso prejudique bilhões de pessoas em todo o mundo, inclusive afetando negativamente os já crescentes preços globais dos grãos.

As autoridades indianas disseram no dia 14 que o Ministério do Comércio tomou a decisão depois de analisar as demandas do país e dos países vizinhos no dia anterior, e disseram que a atual situação de segurança alimentar na Índia está em risco devido ao aumento dos preços internacionais dos grãos.

A decisão vai contra o que autoridades indianas e analistas internacionais previram há apenas algumas semanas que a Índia aumentaria significativamente as exportações de trigo para preencher o vazio no fornecimento internacional de trigo criado pela guerra na Ucrânia.

Em março, sabe-se que a Índia revisou seu plano original para garantir alimentos domésticos e controlar os preços, já que a produção de trigo despencou devido a uma onda de calor recorde em março, resultando em um aumento nos danos às colheitas, e os comerciantes internacionais correram para comprar alimentos.

A ONU alertou que os preços globais dos alimentos subiram para níveis recordes nos últimos meses, prejudicando bilhões de pessoas em todo o mundo, especialmente países pobres.

Fontes