'Último otomano' morre aos 97 anos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

25 de setembro de 2009

Bandeira do Império Otomano

Ertuğrul Osman, o último pretendente vivo ao trono otomano, morreu na quarta-feira de falência renal aos 97 anos. Sua esposa, que estava ao seu lado, quando ele morreu, confirmou que esse foi o caso. O local de sua morte é um hospital em Istambul. Ele ficou uma semana internado no hospital até o seu óbito.

Osman nasceu em 18 de agosto de 1912 no palácio de Palácio de Yıldız em Istambul, no Império Otomano. Ele era um Príncipe formal do Império Otomano e o 43.º chefe da casa de Osman — destronada — de 1994 até a sua morte. Se a monarquia fosse reinstaurada, ele assumiria o nome de Sultão Osman V.

Ele era o quarto na linha de sucessão quando a monarquia foi abolida em 1923, e a moderna República da Turquia substituiu a dinastia imperial. Ele foi considerado pelo povo turco o 'Último Otomano'.

Fontes