Zelenskyy conclui troca de comandante do exército após impasse no conflito com Rússia

Fonte: Wikinotícias
Oleksandr Syrskyi

10 de fevereiro de 2024

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Após dias de especulação na Ucrânia, o presidente Volodymyr Zelenskyy demitiu o general Valerii Zaluzhnyi, o principal comandante militar do país que liderou o conflito de dois anos contra a Rússia, e substituiu-o pelo coronel-general Oleksandr Syrskyi.

Com um impasse, Zelenskyy disse que era hora de uma mudança na liderança militar.

“O momento para tal renovação é agora”, disse Zelenskyy na plataforma de mídia social X, anteriormente conhecida como Twitter.

“Discutimos a renovação que as Forças Armadas da Ucrânia necessitam. Discutimos também quem poderia fazer parte da liderança renovada das Forças Armadas da Ucrânia”, disse ele.

Zelenskyy acrescentou que pediu a Zaluzhnyi que continuasse “parte da equipe”. Em sua própria declaração, Zaluzhnyi disse que teve uma “conversa importante e séria” e que foi tomada a decisão de mudar as táticas e estratégias do campo de batalha.

“As tarefas de 2022 são diferentes das tarefas de 2024. Portanto, todos devem mudar e adaptar-se também às novas realidades”.

Zaluzhnyi, 50 anos, era visto com bons olhos pelas tropas de Kiev, e alguns analistas políticos na Ucrânia especularam que algum dia ele poderia se opor a Zelenskyy para a presidência quando as eleições forem retomadas.

A mudança para Syrskyi, 58 anos, pode ser chocante para as tropas. Ele comandou as tropas terrestres da Ucrânia no primeiro mês, mas diz-se que as tropas comuns o vêem como um comandante ao estilo soviético que manteve as tropas sob fogo durante demasiado tempo na cidade oriental de Bakhmut, quando a Ucrânia deveria ter-se retirado.

Tanto Zelenskyy quanto Zaluzhnyi postaram uma foto em suas contas de mídia social sorrindo e apertando as mãos. Zaluzhnyi escreveu: “Foi tomada uma decisão sobre a necessidade de mudar as abordagens e a estratégia”.

Fontes[editar | editar código-fonte]