Zelaya dá prazo de um dia para voltar ao poder em Honduras

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

18 de julho de 2009

O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, deu o prazo de um dia – até a meia-noite de amanhã (19) – para que as negociações mediadas pela Costa Rica cheguem a um acordo que resulte em seu retorno ao poder. As informações são da BBC Brasil.

Representantes de Zelaya e do governo interino de Honduras, liderado por Roberto Michelletti, se reunem hoje (18) em San José, capital da Costa Rica, para uma nova rodada de negociações.

Apesar de impor um prazo para o fechamento de um acordo, Zelaya não declarou o que faria caso as negociações venham a fracassar. Ele garantiu, entretanto, que está se preparando para voltar a Honduras – apesar do alerta do governo interino de que ele seria preso se retornasse.

Na última quinta-feira (16), o presidente costarriquenho, Oscar Arias, principal mediador das negociações, disse que vai propor um governo de coalizão como solução para a crise em Honduras. A proposta, no entanto, já foi rejeitada pelo governo interino que deu o golpe de estado contra Zelaya e poderá levar a um novo impasse a segunda rodada de negociações.

"Não aceitamos que nenhum país nos faça imposições. Nós temos uma posição firme e não mudaremos de modo algum", afirmou Micheletti que, dias antes, disse que estaria disposto a renunciar desde que Zelaya não seja reempossado.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati