Zeca Caliato lança "Odisseia de um Guerrilheiro" em Portugal

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

Agência VOA

Antigo guerrilheiro e comandante da Frelimo fala dos tempos da luta pela Independência e revela as suas profundas divergências com o partido no poder.

21 de novembro de 2014

link=mailto:?subject=Zeca%20Caliato%20lança%20"Odisseia%20de%20um%20Guerrilheiro"%20em%20Portugal%20–%20Wikinotícias&body=Zeca%20Caliato%20lança%20"Odisseia%20de%20um%20Guerrilheiro"%20em%20Portugal:%0Ahttps://pt.wikinews.org/wiki/Zeca_Caliato_lan%C3%A7a_%22Odisseia_de_um_Guerrilheiro%22_em_Portugal%0A%0ADe%20Wikinotícias Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
link=mailto:?subject=Zeca%20Caliato%20lança%20"Odisseia%20de%20um%20Guerrilheiro"%20em%20Portugal%20–%20Wikinotícias&body=Zeca%20Caliato%20lança%20"Odisseia%20de%20um%20Guerrilheiro"%20em%20Portugal:%0Ahttps://pt.wikinews.org/wiki/Zeca_Caliato_lan%C3%A7a_%22Odisseia_de_um_Guerrilheiro%22_em_Portugal%0A%0ADe%20Wikinotícias Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

"Odisseia de um Guerrilheiro" é uma obra a ser apresentada em Lisboa (Capital de Portugal no próximo dia 30 de Novembro. Seu autor Zeca Caliate, antigo combatente e comandante da FRELIMO, que deixou o partido por altura da Independência Nacional, em clara rota de colisão com a organização então dirigida por Samora Machel.

No prefácio do livro Zeca Caliate escreve: "Esta crónica destina-se muito especialmente aos meus ex-camaradas e combatentes da luta pela Independência de Moçambique. Em particular para aqueles que, de lés-a-lés, “labutaram” ao meu lado nas mesmas trincheiras, desde 1963, na clandestinidade no país de Hasting Kamuzu Banda, no Malawi; em Setembro de 1964, na guerra na Zambézia; em Tete até junho de 1973. Todos em prol da justa causa pela Independência Nacional do nosso país, Moçambique!"

Exilado em Portugal, Zeca Caliate fala na rubrica Artes & Entretenimentos, da VOA, sobre a sua obra e explica como surgiu o livro "Odisseia de um Guerrilheiro".

Fonte