Zapatero: "ETA está cada vez mais fraco"

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
José Luis Rodriguez Zapatero.

11 de janeiro de 2008

O Presidente do Governo da Espanha, José Luis Rodríguez Zapatero afirmou nesta quinta-feira que "a imigração ilegal não tem lugar da União Européia (...) a imigração tem que ser legal", ao término da cúpula franco-espanhola que teve lugar em Paris durante a qual se reuniu com o Presidente francês, Nicolas Sarkozy.

"Foi uma cúpula de decisões e objetivos", afirmou Zapatero, que agradeceu a estreita colaboração do presidente francês na luta anti-terrorista e ainda informou a existência de um princípio de acordo "em estado adiantado" para levar adiante uma interligação entre as redes de energia elétrica espanhola e francesa.

Zapatero anunciou que Espanha e França terão uma estrutura permanente para a luta anti-terrorista, que ampliarão efetivos e que atuarão conjuntamente.

"Temos mais coordenação permanente das duas polícias", adicionou Zapatero. Ele também afirmou que, o ETA depois que rompeu com o governo "perdeu duas vezes: uma primeira oportunidade que lhe deu a democracia para chegar ao fim da violência e uma segunda porque hoje está mais débil" e cada dia estará mais.

Por sua vez o presidente francês, Nicolas Sarkozy, assegurou que "os terroristas não terão a última palavra, a não ser a democracia".

O líder francês acrescentou, a respeito da imigração, que "os que tiverem papéis serão bem-vindos; os que não tiverem, serão devolvidos às suas casas", embora tenha enfatizado que "expulsar não é seu objetivo".

Fontes