Wikinotícias:Votações/Votação para o Guia de Estilo/Segunda chamada

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Votação ENCERRADA: {{{resumo}}}
Período de votação: - 30 de maio de 2006
A FAVOR: 2 — CONTRA: 0 — CONCLUSÃO: Guia de Estilo alterado
Você concorda com o Guia de Estilo?

Como proceder[editar]

Se a opção escolhida for sim é obrigatório o voto nas outras questões.

Sim (2 votos)[editar]

  1. --Slade20px talkline 18:26, 29 abril 2006 (UTC)
  2. Thrasher 18:12, 1 maio 2006 (UTC)

Não (0 voto)[editar]

Questões relacionadas ao estilo[editar]

Qual formato tu preferes?

3. Definição de citação longa[editar]

O que é uma citação longa?

3.1 Uma citação com mais de 2 linhas. (0 votos)[editar]

3.2 Uma citação com mais de 3 linhas. (1 voto)[editar]

  1. --Slade20px talkline 19:08, 29 abril 2006 (UTC)

3.3 Uma citação com mais de 4 linhas. (1 voto)[editar]

  1. Thrasher 18:12, 1 maio 2006 (UTC)

3.4 Uma citação com mais de 5 linhas. (0 votos)[editar]

1. Citações longas[editar]

A (0 votos)[editar]

(a) Camões disse: "As armas e os barões assinalados, que da ocidental praia Lusitana, por mares nunca de antes navegados, passaram ainda além da Taprobana, em perigos e guerras esforçados, mais do que prometia a força humana, e entre gente remota edificaram Novo Reino, que tanto sublimaram. E também as memórias gloriosas, daqueles Reis, que foram dilatando, a Fé, o Império, e as terras viciosas de África e de Ásia andaram devastando. E aqueles, que por obras valerosas, se vão da lei da morte libertando. Cantando espalharei por toda parte, se a tanto me ajudar o engenho e arte."

B (3 votos)[editar]

(b) Camões disse: "As armas e os barões assinalados, que da ocidental praia Lusitana, por mares nunca de antes navegados, passaram ainda além da Taprobana, em perigos e guerras esforçados, mais do que prometia a força humana, e entre gente remota edificaram Novo Reino, que tanto sublimaram. E também as memórias gloriosas, daqueles Reis, que foram dilatando, a Fé, o Império, e as terras viciosas de África e de Ásia andaram devastando. E aqueles, que por obras valerosas, se vão da lei da morte libertando. Cantando espalharei por toda parte, se a tanto me ajudar o engenho e arte."

  1. --Carlosar 02:23, 30 abril 2006 (UTC)
  2. Thrasher 18:12, 1 maio 2006 (UTC) Apenas pela forma como fica nos artigos...
  3. É verdade. -- Slade20px talkline 03:09, 2 maio 2006 (UTC)

C (0 votos)[editar]

(c) Camões disse: As armas e os barões assinalados, que da ocidental praia Lusitana, por mares nunca de antes navegados, passaram ainda além da Taprobana, em perigos e guerras esforçados, mais do que prometia a força humana, e entre gente remota edificaram Novo Reino, que tanto sublimaram. E também as memórias gloriosas, daqueles Reis, que foram dilatando, a Fé, o Império, e as terras viciosas de África e de Ásia andaram devastando. E aqueles, que por obras valerosas, se vão da lei da morte libertando. Cantando espalharei por toda parte, se a tanto me ajudar o engenho e arte.

D (0 votos)[editar]

(d) Camões disse:

As armas e os barões assinalados, que da ocidental praia Lusitana, por mares nunca de antes navegados, passaram ainda além da Taprobana, em perigos e guerras esforçados, mais do que prometia a força humana, e entre gente remota edificaram Novo Reino, que tanto sublimaram. E também as memórias gloriosas, daqueles Reis, que foram dilatando, a Fé, o Império, e as terras viciosas de África e de Ásia andaram devastando. E aqueles, que por obras valerosas, se vão da lei da morte libertando. Cantando espalharei por toda parte, se a tanto me ajudar o engenho e arte.

E (0 votos)[editar]

(e) Camões disse:

"As armas e os barões assinalados, que da ocidental praia Lusitana, por mares nunca de antes navegados, passaram ainda além da Taprobana, em perigos e guerras esforçados, mais do que prometia a força humana, e entre gente remota edificaram Novo Reino, que tanto sublimaram. E também as memórias gloriosas, daqueles Reis, que foram dilatando, a Fé, o Império, e as terras viciosas de África e de Ásia andaram devastando. E aqueles, que por obras valerosas, se vão da lei da morte libertando. Cantando espalharei por toda parte, se a tanto me ajudar o engenho e arte."

F (0 votos)[editar]

(f) Camões disse:
As armas e os barões assinalados, que da ocidental praia Lusitana, por mares nunca de antes navegados, passaram ainda além da Taprobana, em perigos e guerras esforçados, mais do que prometia a força humana, e entre gente remota edificaram Novo Reino, que tanto sublimaram. E também as memórias gloriosas, daqueles Reis, que foram dilatando, a Fé, o Império, e as terras viciosas de África e de Ásia andaram devastando. E aqueles, que por obras valerosas, se vão da lei da morte libertando. Cantando espalharei por toda parte, se a tanto me ajudar o engenho e arte.

G (0 votos)[editar]

(g) Camões disse:
As armas e os barões assinalados, que da ocidental praia Lusitana, por mares nunca de antes navegados, passaram ainda além da Taprobana, em perigos e guerras esforçados, mais do que prometia a força humana, e entre gente remota edificaram Novo Reino, que tanto sublimaram. E também as memórias gloriosas, daqueles Reis, que foram dilatando, a Fé, o Império, e as terras viciosas de África e de Ásia andaram devastando. E aqueles, que por obras valerosas, se vão da lei da morte libertando. Cantando espalharei por toda parte, se a tanto me ajudar o engenho e arte.

H (0 voto)[editar]

(g) Camões disse:

"As armas e os barões assinalados, que da ocidental praia Lusitana, por mares nunca de antes navegados, passaram ainda além da Taprobana, em perigos e guerras esforçados, mais do que prometia a força humana, e entre gente remota edificaram Novo Reino, que tanto sublimaram. E também as memórias gloriosas, daqueles Reis, que foram dilatando, a Fé, o Império, e as terras viciosas de África e de Ásia andaram devastando. E aqueles, que por obras valerosas, se vão da lei da morte libertando. Cantando espalharei por toda parte, se a tanto me ajudar o engenho e arte."

2. Citações curtas[editar]

2.1 (0 votos)[editar]

(a) José disse: "Bom dia!"

2.2 (0 votos)[editar]

(b) José disse: Bom dia!

2.3 (3 votos)[editar]

(c) José disse: "Bom dia!"

  1. --Slade20px talkline 19:08, 29 abril 2006 (UTC)
  2. --Carlosar 02:24, 30 abril 2006 (UTC)
  3. Thrasher 18:12, 1 maio 2006 (UTC)

2.4 (0 votos)[editar]

(d) José disse: — Bom dia!

4. Nomes de cargos[editar]

4.1 O deputado Fulano de Tal ... (2 votos)[editar]

  1. --Slade20px talkline 19:08, 29 abril 2006 (UTC)
  2. Thrasher 18:12, 1 maio 2006 (UTC)

4.2 O Deputado Fulano de Tal ... (0 votos)[editar]

5. Siglas políticas[editar]

5.1 O deputado Fulano de Tal (PQN - RN) ... (1 voto)[editar]

  1. --Slade20px talkline 19:08, 29 abril 2006 (UTC)

5.2 O deputado Fulano de Tal (Partido Qualquer Nacional - Rio Grande do Norte) ... (0 votos)[editar]

5.3 O deputado Fulano de Tal (Partido Qualquer Nacional - RN)... (1 voto)[editar]

  1. Thrasher 18:12, 1 maio 2006 (UTC)

5.4 O deputado Fulano de Tal (PQN - Rio Grande do Norte) ... (0 votos)[editar]

Comentários[editar]

  • Votei, mas posso reconsiderar algumas opções. Também incluí uma alternativa na primeira questão. --Slade20px talkline 19:08, 29 abril 2006 (UTC)

A primeira pergunta está acima da tabela de conteúdos, o que confunde um pouco não concordam? A pergunta sobre com quantas linhas deve ser considerada citações longas não deveria constar antes da pergunta de como essa mesma citação deverá ser apresentada? Acho isso imprescindível. Segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, citação longa são as citações com 4 ou mais linhas (se não me engano) e devem apresentar uma forma que se assemelha mais com a opção D da pergunta 1, mas votarei ainda sim na opção que mais se contextualiza com os artigos aqui presentes. Aliás não seria possível colocar um artigo modelo para ajudar na votação? Assim seria possível contextualizar através de uma forma ideal. É possível votar em mais de um ítem na mesma questão? Thrasher 18:12, 1 maio 2006 (UTC)

Vou fazer suas alterações. Quanto ao modelo, o Carlos poderia citar algum aqui já que deve sabe de vários... Acho que não é possível, já que temos poucos editores, o que dificultaria ainda mais um consenso. --Slade20px talkline 02:19, 2 maio 2006 (UTC)
OK, mas sobre os vários votos, acho que temos a ganhar justamente por sermos poucos, pois votando em mais de um item poderiamos deixar de fora apenas os que somos realmente contra, e talvez vir a fazer um segundo turno já que são várias opções, mas se der para se chegar a um consenso nesse método normal ótimo... Thrasher 03:42, 2 maio 2006 (UTC)
Obrigado a todos que votaram. --Slade@ 16:33, 7 junho 2006 (UTC)