WSJ: diretor da CIA faz visita secreta à Arábia Saudita

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

4 de maio de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O diretor da CIA, William Burns, fez uma visita secreta à Arábia Saudita em meados de março, informou o Wall Street Journal no dia 3.

O jornal informou que Burns se encontrou com o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman em Jeddah, Arábia Saudita, em meados de março.

Enquanto isso, a CIA se recusou a comentar o relatório.

Não se sabe o que os dois discutiram durante esta reunião. No entanto, as tensões aumentaram entre os dois países sobre o aumento da produção de petróleo, a invasão da Ucrânia pela Rússia, o acordo nuclear com o Irã e a guerra civil no Iêmen.

“Foi uma boa conversa e em um tom melhor do que antes”, disse uma autoridade dos EUA, não identificada, ao Wall Street Journal.

O príncipe herdeiro Mohammed é o governante de fato da Arábia Saudita.

O presidente dos EUA, Joe Biden, criticou a Arábia Saudita pela situação dos direitos humanos e pelo assassinato do jornalista Jamal Khashoggi durante as eleições presidenciais de 2019.

Durante o debate presidencial, o presidente Biden enfatizou que faria a Arábia Saudita pagar o preço.

Mais tarde, o governo Biden divulgou uma avaliação de inteligência que ligou o assassinato de Khashoggi pelo príncipe herdeiro Mohammed no consulado saudita na Turquia. No entanto, o príncipe herdeiro Mohammed negou esta alegação.

Fontes