Vaticano pune Arcebispo polaco por negligência na investigação de abuso sexual

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

21 de agosto de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Agência VOA

O Vaticano puniu o ex-arcebispo de Breslávia, na Polônia, na sequência de uma investigação sobre a sua negligência em relação às alegações de abuso sexual.

Marian Golebiewski está proibido de participar de cerimônias públicas e religiosas, disse o Vaticano, neste sábado, segundo a Reuters.

Ele deverá ainda pagar um "valor adequado" a um fundo que ajuda as vítimas de abuso e "viver no espírito de penitência e oração".

O Vaticano diz que conduziu uma investigação sobre a falha do religioso em dar credibilidade suficiente às alegações de abuso sexual, entre 1996 a 2013.

O caso de Golebiewski surge numa altura em que o Papa Francisco tenta enfrentar uma crise de abuso sexual generalizado, que mancha a imagem da igreja católica no mundo.

Filmes dos irmãos Tomasz e Marek Sekielski dando a entender que há bispos que escondem o abuso sexual transferindo sacerdotes entre paróquias, na Polônia, tiveram mais de 23 milhões de visualizações no YouTube.

Este é o mais recente caso de alegado abuso sexual ou encobrimento na Polônia, um país predominantemente católico.

Em março, o Vaticano disciplinou o ex-arcebispo de Gdansk, banindo-o do território da Arquidiocese.

Fonte


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit