Uribe e Chávez se reúnem em julho para tentar normalizar relações bilaterais

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

16 de junho de 2008

Os presidentes da Colômbia, Álvaro Uribe, e da Venezuela, Hugo Chávez, se reunirão antes de 15 de julho para normalizar as relações diplomáticas entre os dois países. O anúncio foi feito pelo secretário de Imprensa da Colômbia, César Velásquez. Segundo ele, o encontro deve ocorrer próximo à fronteira ou em Caracas. As informações são da agência argentina Telam.

No último sábado (14), o escritório de Velásquez informou que Uribe agradeceu a Chávez o pedido feito às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) para que libertassem todos os reféns e se desmobilizassem.

“Quero reiterar os agradecimentos ao presidente Hugo Chávez por seus comentários recentes que contribuem bastante para que a Colômbia encontre, rapidamente, a paz definitiva,” disse o líder colombiano em um comunicado.

As relações bilaterais entre os dois governos estão rompidas desde novembro, quando Uribe negou autorização a Chávez para continuar mediando a libertação de reféns com as Farc.

A crise se intensificou após o ataque colombiano, em 1º de março, ao acampamento do chefe guerrilheiro Raúl Reyes, em solo equatoriano. Após a invasão, Chávez anunciou a ruptura das relações diplomáticas com a Colômbia mas, dias depois, deu por superado o incidente – sem que a medida se concretizasse.

O líder venezuelano, por sua vez, retirou seu embaixador de Bogotá e reforçou a presença militar na fronteira com a Colômbia.


Fontes