União Europeia deve perceber que sanções são ineficazes, diz Rússia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

30 de janeiro de 2015

Rússia

A decisão da União Europeia de manter as sanções contra a Rússia, devido à guerra no Leste da Ucrânia, é uma política destrutiva e sem resultados, avaliou hoje (30) o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo. "É tempo de a União Europeia pensar a sério sobre a falta de resultados da política de sanções, que só prejudica as populações e as economias dos nossos países", acrescentou a diplomacia russa.

O ministério manifestou-se "desapontado" com a decisão da União Europeia, nessa quinta-feira (29), de incluir novos nomes na lista das sanções e acusou os 28 países-membros de serem contra a Rússia. "A leitura unilateral de Bruxelas sobre o que está ocorrendo no conflito na Ucrânia retira-lhe o direito de atuar como 'mediador imparcial", ressaltou, acusando Kiev de comandar deliberadamente o aumento da violência no Leste da Ucrânia para influenciar os ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia.

"As nossas propostas concretas para resolver a situação na Ucrânia e para retomar o processo europeu de forma construtiva continuam" em cima da mesa, informou o governo russo.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati