União Europeia condena veementemente ciberataque contra a Ucrânia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

15 de janeiro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A União Europeia (UE), através de uma Declaração do Alto Representante, condenou veementemente o ciberataque contra a Ucrânia, perpetrado ontem. "Este ataque cibernético contra os sites do governo ucraniano é inaceitável. Tais ações visam desestabilizar a Ucrânia e espalhar desinformação e podem contribuir para uma maior escalada da situação já tensa", diz o texto da Declaração.

A Ucrânia reagiu rápida e decisivamente aos ataques graças à sua maior resiliência cibernética.

A União Europeia e os seus Estados-Membros estão em contato com a Ucrânia e estão prontos para prestar assistência técnica adicional direta ao país para remediar este ataque e continuar a apoiar a Ucrânia contra quaisquer ações desestabilizadoras, reforçando a sua resiliência contra ameaças híbridas e cibernéticas .

A UE também declarou que reafirmava seu "apoio inequívoco à soberania e integridade territorial da Ucrânia dentro de suas fronteiras internacionalmente reconhecidas".

Notícias Relacionadas

Fontes

  • ((en)) Ukraine: Declaration by the High Representative on behalf of the European Union on the cyberattack against Ukraine — Council of the EU and the European Council, 14 de janeiro de 2022