Unasul: sanções unilaterais à Venezuela afetam estabilidade da região

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

9 de fevereiro de 2015

Unasul

Os chanceleres da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) afirmaram hoje (9) que as sanções unilaterais dos Estados Unidos à Venezuela afetam a estabilidade da região. Eles se reuniram em Montevidéu, para tratar da situação na Venezuela. “Queremos evitar que os países fora da região possam afetar a paz e a estabilidade dos Estados-Membros da Unasul”, disse o chanceler equatoriano, Ricardo Patiño. As declarações de Patiño reiteram a necessidade de defender a Venezuela e os países da região de qualquer ameaça externa que afete a prosperidade e a paz na América do Sul.

A reunião na capital uruguaia foi feita a pedido do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, que solicitou a colaboração do organismo multilateral para analisar a situação interna e as relações do país com os Estados Unidos. Além do ministro das Relações Exteriores do Brasil, Mauro Vieira, e dos chanceleres da Colômbia, María Ángela Holguín, e do Equador, participaram da reunião a chanceler venezuelana, Delcy Rodríguez, e o secretário-geral da Unasul, Ernesto Samper. Eles discutem um novo mecanismo de diálogo entre a Venezuela e os Estados Unidos.

O Departamento de Estado dos Estados Unidos anunciou, no último dia 2, sanções a funcionários do governo venezuelano, com a suspensão de vistos em passaportes, após declarações de Maduro de que o vice-presidente americano, Joe Biden, estaria “por trás de um plano para derrubá-lo”. Em julho do ano passado, a Casa Branca impôs restrições a 24 integrantes do governo venezuelano. Os Estados Unidos acusaram o governo Maduro de ter agido de maneira violenta na repressão a protestos contra sua gestão.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com