Um rapper "de outra espécie" em Angola

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

Naldo BS lança "Lobo Misterioso Volume II", aponta Cristo "como salvação" e critica Governo por não apoiar os artistas.

23 de novembro de 2014

“Lobo Misterioso Volume II”, é o titulo da mais recente obra discográfica do rapper angolano Naldo BS, lançada no Zango II Nosso Super, arredores de Luanda.

O disco traz 16 faixas musicais que retratam o quotidiano de vida dos angolanos.

“Falo sobre a juventude, aponto Cristo como a salvação de quem anda na escuridão. Deste modo, sou um rapper de “outra espécie”, desabafa o músico.

Naldo BS canta há 10 anos, mas para que o “Lobo Misterioso Volume II” fosse colocado no mercado, o rapper diz que “o caminho foi difícil, tive que percorrê-lo quase sozinho”.

“Neste país, o rapper ainda é visto como marginal, um contestatário, um revolucionário, por isso as portas para o sucesso são quase todas fechadas”, conta, para acrecentar: “Chega a ser quase um martírio gravar um disco”.

Naldo BS acredita que tudo pode mudar caso o Governo olhe de maneira diferente o artista rapper. “Todos somos músicos, não importa o estilo musical”, disse o “rapper de outra espécie”.

Sem medo de errar, Naldo BS atira a “pedra” ao Ministério da Cultura dizendo que está doente porque poderia fazer muito mais em prol de quem faz música, ou seja, todo o artista de qualquer estilo musical desde que o faça, também é angolano.

O “Lobo Misterioso Volume II” tem a participação de músicos nacionais consagrados tais como: Kool Klaver Pretxina, Black One, entre outros. Com base em mensagens evangélicas, Naldo BS espera que cada angolano possa adquirir o disco e servir de consumo obrigatório para que haja mudança em cada um de nós.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati