Ucrânia tenta evacuar mulheres, crianças e idosos de Mariupol

23 de abril de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A Ucrânia tentará evacuar as pessoas no sábado da cidade portuária sitiada de Mariupol.

A vice-primeira-ministra ucraniana, Iryna Vereshchuk, disse no Telegram que as autoridades tentarão tirar mulheres, crianças e idosos da cidade onde as tropas russas frustraram os esforços anteriores de evacuação. É improvável que os corredores humanitários para o público sejam abertos no sábado, dizem as autoridades. As autoridades estimam que existam cerca de 100.000 pessoas restantes em Mariupol.

Enquanto isso, a França e a Alemanha já armaram a Rússia com quase US$ 300 milhões em equipamentos militares que “provavelmente estão sendo usados ​​na Ucrânia”, de acordo com um relatório exclusivo, baseado em dados da Comissão Europeia, no The Telegraph , um jornal britânico.

O hardware foi enviado, informa o jornal, apesar de um embargo de armas à Rússia em toda a União Europeia, imposto após a anexação russa da Crimeia em 2014.

A Alemanha defendeu as vendas, dizendo que os itens eram equipamentos de “uso duplo” e que a Rússia havia dito que eles eram necessários para uso civil, não militar.

O jornal disse que o equipamento enviado para a Rússia inclui “bombas, foguetes, mísseis e armas”. As empresas francesas também enviaram “câmeras de imagem térmica para mais de 1.000 tanques russos, bem como sistemas de navegação para caças e helicópteros de ataque”, informou o The Telegraph.

Fontes