Ucrânia espera que o apoio britânico continue após a renúncia de Johnson

Boris Johnson

7 de julho de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A Ucrânia disse esperar um forte apoio contínuo do Reino Unido à luta de Kyiv contra a invasão da Rússia, mesmo depois de um novo primeiro-ministro ser escolhido para substituir Boris Johnson, que renunciou na quinta-feira.

O presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy agradeceu a Johnson por seu apoio ao esforço enquanto os dois líderes falavam por telefone.

“Todos nós ouvimos esta notícia [da renúncia de Johnson] com tristeza. Não apenas eu, mas também toda a sociedade ucraniana, que é muito solidária com você”, disse o escritório de Zelenskyy em comunicado. “Não temos dúvidas de que o apoio da Grã-Bretanha será preservado, mas sua liderança pessoal e carisma o tornaram especial.”

A Rússia ridicularizou os países ocidentais por seu apoio às operações militares de Kyiv.

“É óbvio para todos que os regimes liberais estão em uma profunda crise política, ideológica e econômica. A situação de meia decadência da Grã-Bretanha causa preocupação. A perda de controle, caos, queda livre, é assim que os especialistas descrevem”, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova.

Um porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse: “Quanto ao Sr. Johnson, ele não gosta muito de nós. Também não gostamos dele.”

Fontes