UE assina contrato com Pfizer para 1,8 bilhões de doses adicionais de vacina

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de maio de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A União Europeia anunciou na quinta-feira que assinou um terceiro contrato com a Pfizer-BioNTech para um adicional de 1,8 bilhões de doses de sua vacina COVID-19, em execução do final deste ano até 2022.

Ao anunciar o novo contrato em um comunicado postado em sua conta no Twitter, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, pediu 900 milhões de doses das vacinas atuais e de um soro adaptado às variantes do coronavírus, com opção de compra de 900 milhões de doses extras. O coronavírus causa a doença COVID-19.

O contrato também contém uma cláusula que permite aos estados membros da UE doar qualquer dose em excesso para a cooperativa de vacinas mantida pela OMS, COVAX, que distribui vacinas para nações de baixa renda.

Durante uma coletiva de imprensa virtual para discutir o contrato, a Comissária de Saúde da UE, Stella Kyriakides, disse que o acordo foi feito com um olhar voltado para o futuro e para a possível necessidade de vacinas de reforço para reforçar a imunidade. Ela disse que também buscavam proteção contra variantes do vírus, que a vacina Pfizer comprovadamente fornece.

A UE assinou acordos com seis fabricantes ocidentais de vacinas para garantir até 2,6 bilhões de doses.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit