UEFA pune Manchester City até 2023

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

14 de fevereiro de 2020


A UEFA anunciou hoje que o Manchester City, da Inglaterra, recebeu uma punição por "violações graves dos Regulamentos de Licenciamento de Clubes e Fair Play Financeiro (FFP)" e com isto não poderá disputar qualquer competição europeia, incluindo a Liga dos Campeões, na temporada 2022-23. O clube também será obrigado a pagar uma multa de 30 milhões de euros.

A punição veio após uma investigação conduzida pela UEFA descobrir que a receita do clube gerada por patrocínios era exagerada. A entidade monitora as contas de todos os clubes que participam de suas competições desde 2011, numa tentativa de conter gastos excessivos com jogadores, independente da receita do clube ou de seus donos.

O Man City anunciou que vai apelar da decisão.

A investigação

Em outubro de 2018 o jornal alemão Der Spiegel teve acesso e publicou e-mails internos do clube, mostrando supostos esquemas para encobrir a verdadeira fonte de entradas do Manchester, a fim de que o clube conseguisse cumprir as regras da FFP. Os e-mails mostraram como o City tinha tentado aumentar artificialmente sua receita de patrocínios em cerca de 30 milhões de euros em anos recentes.

O Manchester City é o atual campeão da Premier League da Inglaterra e pertence a uma holding de Abu Dhabi, a Abu Dhabi United Group. A companhia aérea estatal Etihad Airways, de Abu Dhabi, é uma de suas maiores patrocinadoras.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com