Trump volta a defender acordo assinado com Coreia do Norte

Fonte: Wikinotícias

Agência VOA

17 de junho de 2018

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O Presidente Americano, Donald Trump, voltou a defender, neste domingo 17 de Junho, o acordo alcançado com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, que visa a desnuclearização da península coreana, dizendo que o acordo já conduziu à interrupção dos testes nucleares de Pyongyang e de "rockets a disparar por todo o lado."

Trump mostrou-se irritado com comentários de críticos, sobre o pacto que ele e Kim assinaram na Cimeira de Singapura, que mencionam que o pacto não foi específico o suficiente para garantir o fim do desenvolvimento das armas nucleares por parte da Coreia do Norte.

O acordo diz que Kim "reafirmou o seu compromisso para completar a desnuclearização da Península Coreana," mas não determinou qualquer data ou termos para inspecções independentes das localizações nucleares norte-coreanas.

Trump referiu no Twitter que essas críticas são notícias falsas.

Donald Trump e Kim Jong Un encontraram-se em Singapura no dia 12 de Junho, naquilo que foi considerado um momento histórico para os dois países.

Fonte