Trump e Macron prometem novo acordo com o Irã

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

25 de abril de 2018

O Presidente americano, Donald Trump, e o seu homólogo francês, Emmanuel Macron, prometeram nesta terça-feira, 24 de abril, tentar resolver as diferenças entre a Europa e os Estados Unidos em relação ao Irã, mas Trump não esclareceu se cumprirá ou não a ameaça de abandonar o acordo nuclear internacional com Teerã.

Depois de longas conversas na Casa Branca, Macron disse que os dois debateram “um novo acordo” que fortalecerá o pacto de 2015, seguindo as diretrizes que Trump deseja, como abordar a expansão iraniana no Médio Oriente e o seu programa de mísseis balísticos.

Tendo em vista a aproximação de um prazo para a adopção de sanções económicas dos Estados Unidos contra o Irã no mês que vem, não ficou claro se os dois aliados fizeram um progresso substancial quanto ao futuro do acordo nuclear, que o Ocidente vê como vital para impedir o regime iraniano de construir uma bomba atómica.

Trump manteve a sua retórica hostil contra o acordo, que chamou de terrível, ridículo e insano, e ameaçou a República Islâmica com repercussões caso retome o seu programa nuclear.

“Se o Irã nos ameaçar de qualquer forma, pagará um preço que poucos países já pagaram”, disse Trump.

Trump tem até o dia 12 de maio para decidir se os Estados Unidos mantêm-se no acordo.

Os dois líderes também debateram a Síria e Macron exortou Trump a manter as forças norte-americanas no país em guerra por ora como uma ante-sala contra o Irã e para garantir a derrota dos militantes do Estado Islâmico.

Trump não prometeu manter as tropas em solo sírio, mas deixou claro que elas não se retirarão de imediato.

“Queremos voltar para casa. Voltaremos para casa. Mas queremos deixar uma impressão forte e duradoura”, afirmou.

Trump disse que ele e Macron podem alcançar um entendimento a respeito do Irã em breve.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati