Três pessoas morrem e dez ficam feridas durante marcha na Ucrânia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

22 de fevereiro de 2015

Ucrânia

Três pessoas morreram e dez ficaram feridas na explosão de uma bomba durante marcha patriótica em Kharkiv, uma cidade do Leste da Ucrânia, a cerca de 200 quilômetros da zona de combate com os rebeldes pró-russos. A informação foi dada à Agência France Presse (AFP) pelo porta-voz do procurador regional, Vita Dubovik. Um jornalista da AFP viu dois corpos, a 20 metros um do outro, ambos cobertos com a bandeira ucraniana.

A polícia investiga um provável “atentado terrorista”, informou o Ministério do Interior em comunicado no seu site. Entre os mortos estão um polícial e um militante pró-europeu, segundo os organizadores da marcha, que marcou o primeiro aniversário da queda do ex-presidente ucraniano pró-russo, Viktor Ianukóvich.

A cidade de Kharkiv foi palco nos últimos meses de uma dezena de explosões suspeitas, que deixaram feridos e foram qualificadas de atentados terroristas. Em Kiev e outras cidades também são realizadas marchas comemorando a queda de Ianukóvich e a chegada ao poder de novas autoridades pró-ocidentais.

Os líderes da Polônia, Lituânia, Letónia, Geórgia, o presidente alemão, Joachim Gauck, e o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, acompanham o chefe de Estado ucraniano, Petro Poroshenko, e os principais dirigentes do país, na manifestação. Em 22 de fevereiro do ano passado, o Parlamento da Ucrânia destituiu Yanukóvich, que na madrugada anterior teria fugido de Kiev, depois de os setores mais radicais da oposição não aceitarem o acordo de compromisso, firmado um dia antes, e que contemplava, entre outras coisas, eleições antecipadas.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati