Três acusados pelo assassinato de Celso Daniel são condenados

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

Bandeira do Brasil
Outras notícias sobre o Brasil
Localização do Brasil
Localização do Brasil

11 de maio de 2012

Itapecerica da Serra, SP, Brasil — Foram condenados na noite de ontem (10) três acusados de participar do assassinato do ex-prefeito de Santo André (SP), Celso Daniel. Após o juri decidir pela condenação, o juiz Antonio Augusto Hristov estipulou pena de 24 anos de prisão para Ivan Rodrigues da Silva, 20 anos para José Edison da Silva e 18 anos para Rodolfo Rodrigues da Silva, que teve a pena atenuada por ser menor de 21 anos à época do crime.

Celso Daniel foi executado com oito tiros em janeiro de 2002. Ela havia sido sequestrado quando saía de um de um jantar com o amigo empresário Sérgio Gomes da Silva, o Sombra, que não foi levado pelos bandidos. Seu corpo foi encontrado dois dias depois na Estrada das Cachoeiras, em Juquitiba, cidade vizinha de Itapecerica da Serra.

Durante o julgamento,o promotor Márcio Augusto Friggi de Carvalho sustentou que o ex-prefeito foi morto por ter descoberto que o esquema de corrupção instalado na prefeitura estava sendo utilizado para enriquecimento pessoal dos acusados. Segundo Carvalho, inicialmente o desvio de verbas era usado, com o conhecimento de Daniel, para abastecer o caixa 2 da campanha eleitoral do PT.

Os advogados de defesa, no entanto, afirmam que não havia provas no processo de que o assassinato foi cometido pelos réus. Antes do começo da sessão, que começou com duas horas de atraso, às 11h30, os advogados de Elcyd Oliveira Brito, o John, e de Itamar Messias Silva dos Santos deixaram o juri alegando que não teriam tempo suficiente para a defesa de seus clientes, pois cada um teria apenas meia hora para a explanação. O julgamento dos dois foi remarcado para 16 de agosto.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati