Torre da Liberdade sofrerá atraso de quatro anos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

3 de outubro de 2008

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Terreno da construção em foto de 2008.

A Torre da Liberdade, prédio que será erguido no mesmo lugar onde ficava o World Trade Center, em Nova Iorque, não ficará pronta antes de 2013, ou seja, muito depois do prazo inicial estipulado que era o ano de 2009.

O arranha-céu que havia sido esboçado como um símbolo da recuperação nova-iorquina após os Atentados de 11 de setembro custará 3,1 bilhões de doláres, de acordo com Christopher Ward, o diretor-executivo da Autoridade Portuária de Nova Iorque e Nova Jérsei.

Além da Torre da Liberdade, outras obras que seriam construídas no terreno vazio de 6,5 hectares também estão atrasadas (entre elas estão um memorial às vítimas de 11 de setembro, uma passagem de pedestres, e uma estação de metrô que ficará no subsolo do terreno.

A agência responsável pela obra prometeu que algumas partes do memorial para os mortos no atentado (praça, cascatas, painéis e uma área de reuniões) serão concluídas antes do prazo de entrega final, e provavelmente em 2011, quando serão completados dez anos desde a tragédia.

O atrasado das obras deve-se em grande parte a disputas sobre seguros e desentendimentos entre os órgãos responsáveis pela obra e as esferas de poder que atuam na cidade (desde a prefeitura até o governo federal) e o magnata Larry Silverstein, que alugou as Torres Gêmeas dois meses antes dos ataques.


Fontes