Terroristas atacam tiros e bombas contra o time de críquete de Sri Lanka no Paquistão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

3 de março de 2009

Lahore, Paquistão

Sete pessoas morreram e cinco ficaram feridas em um ataque desferido, hoje de manhã (hora local) por um grupo armado contra a seleção de críquete do Sri Lanka no centro da cidade de Lahore, a segunda maior cidade do país, na fronteira com a Índia.

A equipe de críquete do Sri Lanka ia disputar uma partida naquela cidade contra o Paquistão, depois que Austrália, Cingapura, Nova Zelândia e Tailândia se recusaram jogar no Paquistão ou qualquer país do sul da Ásia, por falta de segurança depois dos atentados de Bombaim na Índia em novembro do ano passado. Sri Lanka aceitou o convite e chegou ao início de manhã em Lahore.

O críquete é tão popular naqueles dois países, equivalente como o futebol em maioria dos países do mundo. Os motivos do ataque contra o time do Sri Lanka são desconhecidos, a polícia e o exército do país reforçaram segurança na cidade e estão à busca dos suspeitos.

Dois terroristas foram flagrados por uma TV local, numa rua atirando e até usaram um concreto da praça como escudo, descarregando as metralhadoras AK-47. Em seguida fugiram.

O ônibus, que era dirigido pelo paquistanês, acelerou quando recebeu os primeiros tiroteios, os jogadores se abaixaram dentro do veículo. Os sobreviventes afirmaram que se o motorista não tivesse acelerado, todos seriam mortos. Por causa desse ataque, a equipe críquete cingalês vai voltar do país ainda hoje.

Até o fechamento dessa matéria, nenhum dos terroristas foi preso.

Fonte